Header Ads

Professor Eduardo reassume prefeitura de Ibiúna, Fábio Bello garante que é por pouco tempo

A briga pela prefeitura de Ibiúna está longe do fim, tudo parecia resolvido, porém essa semana ficou marcada por uma reviravolta repentina, isso por que o Professor Eduardo (2º colocado nas eleições) reassumiu a prefeitura de Ibiúna.

Na noite de ontem (6), o Juiz de Ibiúna Dr. Wendell Lopes tornou nulo o ato, de 6 de setembro, que empossou o então prefeito Fábio Bello (PMDB) e seu vice Dr. Tadeu Soares e expediu o Diploma ao Professor Eduardo (PT) e seu vice Adal Marcicano (PV). Logo na sequência, o Presidente da Câmara Municipal de Ibiúna, Carlos Marques (PT), convocou uma Sessão extraordinária da Câmara e, juntamente com os demais vereadores presentes, realizaram a Cerimônia de posse do novo prefeito.

O Plenário ficou completamente lotado de munícipes, partidários e simpatizantes do Professor Eduardo, isso aconteceu após o Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, derrubar, na tarde da última quinta-feira (5), uma medida cautelar que garantia a posse de Bello na prefeitura. Os Ministros acataram, por unanimidade, o parecer do Relator Napoleão Nunes Maia Filho, mantendo a condenação de Bello por improbidade administrativa.


Na manhã de ontem (6), antes de Eduardo reassumir a prefeitura Fábio Bello realizou uma coletiva de imprensa onde na ocasião afirmou que ficaria no cargo até o fim de seu mandato que se encerra em 2016. Em toda a coletiva de imprensa, Bello demonstrou serenidade e firmeza, finalizando com uma mensagem para o povo ibiunense. “ Fui eleito pelo povo, nas urnas. Qualquer mudança só poderá acontecer nas próximas eleições” garantiu.

Hoje (7), Fábio Bello conversou com a reportagem do jornal Gazeta de Ibiúna e confirmou o que disse na entrevista coletiva "Juridicamente estamos corretos e não entendemos o motivo que levou o Juiz de Ibiúna, Dr. Wendell Lopes, a expedir o Diploma para o segundo colocado. Estamos com Deus e confiantes de que em poucos dias resolveremos esta situação” concluiu.

O resultado do julgamento de quinta feira (5), ainda cabe recurso e por isso a novela da prefeitura de Ibiúna está longe do fim.


*Cotia e Cia/ Gazeta de Ibiúna
Tecnologia do Blogger.