Header Ads

Família encontrada morta em Ferraz é enterrada em Vargem Grande Paulista

Reprodução, Globo
Foi enterrada na tarde desta quarta-feira (18) Dina Vieira da Silva, de 42 anos, e seus quatro filhos que foram encontrados mortos em um apartamento em Ferraz de Vasconcelos(SP) no início da madrugada de terça-feira (17).

Os sepultamentos começaram às 16h e terminaram por volta das 16h35 no Cemitério Memorial Bosque da Paz, em Vargem Grande Paulista. O enterro foi reservado e reuniu apenas familiares das vítimas, cerca de 30 pessoas.

Ainda de acordo com o cemitério, Vitória Cristina da Silva, de 7 anos, foi a primeira a ser sepultada às 16h14. Em seguida Karina Rosa da Silva Lopes, de 16 anos, Dina, Carlos Daniel da Silva Lopes de 12 anos e por último Carolina Laura da Silva Lopes, de 11 anos. Os corpos foram liberados do Instituto Médico Legal (IML) de Suzano na manhã desta quarta-feira por uma amiga de Dina, a operadora de caixa Vanessa Antônia da Silva, de 25 anos.

No início da madrugada desta terça-feira (17), as vítimas foram encontrados mortas no apartamento onde moravam em Ferraz de Vasconcelos.  Os cinco corpos estavam em um apartamento na Rua Massato Sakai e não tinham sinais de violência, segundo a PM. Eles foram encontrados pelo namorado da mulher morta, que teve a prisão temporária decretada na madrugada desta quarta-feira.  A Polícia Civil trabalha em duas hipóteses: envenenamento ou asfixia por gás.

No entanto, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) informou que a causa das mortes só poderá ser descoberta com a análise do conjunto das provas, como suco e pedaço de bolo coletados no apartamento, além dos  exames de necropsia dos corpos. Segundo a Polícia Científica de Mogi das Cruzes, que atende a região do Alto Tietê, o Centro de Perícia de São Paulo está dando prioridade ao caso.

Foto mostra alimentos recolhidos pela perícia

*Com informações do G1

Tecnologia do Blogger.