Header Ads

Metalúrgicos pedem veto ao aumento de IPTU e taxa de iluminação em Cotia!

O sindicato dos metalúrgicos de Osasco e Região protocolou nesta quinta feira (7) na prefeitura do município de Cotia um documento numero 44119/2012 que pede veto ao aumento do IPTU que foi aprovado essa semana pelos vereadores da cidade em 15%, o documento também pede o veto da taxa de iluminação que também foi aprovado pela câmara dos vereadores.
No documento o sindicato explica que a taxa de iluminação vai em desencontro com o programa do governo federal assinado pela presidenta Dilma que iré diminuir o preço da energia elétrica no país.
Veja abaixo o documento assinado e protocolado pelo diretor executivo do sindicato dos metalúrgicos de Osasco e Região Alex Sandro Ferreira da Silva.


Conheça o programa energia preço justo:
A FIESP fez a sua parte. A FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) promoveu uma grande campanha chamada “Energia a Preço Justo”, denunciando que o brasileiro paga, de forma injusta, uma das contas de luz mais caras do mundo. Isso porque as concessionárias continuam cobrando, indevidamente, a amortização dos investimentos feitos por elas para a construção das hidrelétricas. Ou seja, continuamos pagando pela construção das usinas, que já foram pagas durante décadas.

A Presidenta Dilma fez a sua parte. Ela ouviu os argumentos da FIESP e editou a Medida Provisória 579, que dará para o povo brasileiro um desconto médio de 20,2% na tarifa a partir de 2013. Uma conquista que vai injetar R$ 24 bilhões por ano no bolso do consumidor brasileiro (um valor maior que o do Bolsa Família).

Mas, para a nossa surpresa, tem gente jogando contra. A Medida Provisória 579 ainda tem que ser aprovada pelo Congresso Nacional para virar Lei. E acredite: já tem lobby para que deputados e senadores não aprovem a MP, para atender aos interesses de algumas poucas empresas estatais, que enriqueceram durante décadas às custas de uma cobrança injusta na conta de luz de todos nós. Tudo contra o interesse de 190 milhões de brasileiros.
Tecnologia do Blogger.