Header Ads

PF prende em Cotia ex-presidente do Banco Cruzeiro do Sul!

A Polícia Federal informou que prendeu na tarde desta segunda-feira (22) o ex-presidente do Banco Cruzeiro do Sul, instituição que teve liquidação extrajudicial decretada pelo Banco Central em setembro. Segundo a assessoria de imprensa da PF, o mandado de prisão preventiva foi cumprido por volta das 17h, em Cotia, na Grande São Paulo.

"A prisão ocorreu em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela 2ª Vara Criminal Federal de São Paulo, em razão de um inquérito policial que tramita na Delegacia de Repressão aos Crimes Financeiros", informou a PF, em nota. "Caso seja condenado, poderá ser condenado a penas de 1 a 12 anos de prisão e multa", acrescenta o comunicado.


Liquidação extrajudicial 

O Banco Central do Brasil decretou no mês de setembro a liquidação extrajudicial do Cruzeiro do Sul após o Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que vinha administrando o Cruzeiro do Sul desde a intervenção do Banco Central (BC), em 4 de junho, não ter conseguido um comprador para a instituição. Uma auditoria divulgada no dia 14 de agosto apontou um rombo de R$ 2,236 bilhões nas contas do banco. O Cruzeiro do Sul trabalhava principalmente com empréstimos consignados, aqueles com desconto direto no salário ou aposentadoria. O FGC buscava um comprador para a instituição, para evitar que o banco fechasse as portas. No entanto, as negociações falharam.

*G1
Tecnologia do Blogger.