Header Ads

Unidades de saúde promovem de 19 a 23 de março Campanha de Tuberculose!

Para intensificar as informações sobre a tuberculose e melhorar a detecção dos casos da doença no município, a Secretaria da Saúde promovem de 19 a 23 de março, ações educativas e busca ativa de sintomático respiratório em todas as unidades de saúde.
Para que cada unidade de saúde possa desenvolver a campanha de tuberculose, a Vigilância Epidemiológica dispõe de material educativo, álbum seriado, folders e cartazes para ampla divulgação.
Durante a campanha, a Secretaria da Saúde pretende identificar o maior número possível de pessoas com tosse superior a três semanas e encaminhá-las para o exame de Baciloscopia (escarro).

Fique atento aos sintomas e procure a unidade de saúde mais próxima a sua residência.
Os sinais e sintomas mais frequentes são: tosse seca contínua no início, depois com presença de secreção por mais de quatro semanas, transformando-se, na maioria das vezes, em uma tosse com pus ou sangue; cansaço excessivo; febre baixa geralmente à tarde; sudorese noturna; falta de apetite; palidez; emagrecimento acentuado; rouquidão; fraqueza; e prostração.

Pacientes que apresentam os casos mais graves podem sentir dificuldade na respiração; eliminação de grande quantidade de sangue, colapso do pulmão e acumulo de pus na pleura (membrana que reveste o pulmão) - se houver comprometimento dessa membrana, pode ocorrer dor torácica.
Vale destacar que há casos de pacientes que não apresentam nenhuma das características da doença e há pessoas que apresentam sintomas aparentemente simples que podem ser ignorados durante alguns anos (ou meses).

Como ocorre a transmissão?

A transmissão é direta, de pessoa a pessoa, portanto, a aglomeração de pessoas é o principal fator de transmissão. O doente expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotas de saliva que contêm o agente infeccioso e podem ser aspiradas por outro indivíduo contaminando-o. Má alimentação,falta de higiene, tabagismo, alcoolismo ou qualquer outro fator que gere baixa resistência orgânica, também favorece o estabelecimento da doença.


Saiba como se prevenir?

Para prevenir a doença é necessário imunizar as crianças com a vacina BCG. Crianças soropositivas ou recém-nascidas que apresentam sinais ou sintomas de Aids não devem receber a vacina. A prevenção inclui evitar aglomerações, especialmente em ambientes fechados, mal ventilados e sem iluminação solar.
Tecnologia do Blogger.