Header Ads

Ibiúna terá aeroporto para mais de 100 mil passageiros!

A empresa de infraestrutura Eiko Engenharia assinou na quinta-feira (22/03) um protocolo de intenções com a prefeitura do município paulista de Ibiúna, a 70 km da capital, para a construção de um aeroporto comercial com capacidade para transportar cerca de 100 mil passageiros, o que equivale ao movimento atual do aeroporto de Campina Grande, na Paraiba.

O documento prevê um investimento inicial de R$ 500 milhões. "Além do aeroporto, será construído nos arredores um shopping, uma rodoviária, uma faculdade, duas torres residenciais e um porto seco", confirmou o prefeito de Ibiúna, Coiti Muramatsu. A área total do complexo será de 151 hectares (cada hectare equivale a aproximadamente um campo de futebol) e está localizada na altura do km 59 da Rodovia Bunjiro Nakao.

Com a assinatura deste contrato, a Eiko Engenharia, que diz estar representando um grupo anônimo de investidores americanos, passa a ter um prazo de 70 dias para apresentar o projeto definitivo e dar entrada nos órgãos competentes. Para isso, terá apoio do deputado federal Arnaldo Faria de Sá, que acompanhou a reunião de assinatura de contrato. Ainda não há previsão de início das obras, mas Muramatsu estima que o aeroporto estará em funcionamento em meados de 2015. Procurada, a Eiko Engenharia confirmou o fato, mas não quis divulgar quem são os investidores do projeto.

A empresa de infraestrutura Eiko Engenharia assinou na quinta-feira (22/03) um protocolo de intenções com a prefeitura do município paulista de Ibiúna, a 70 km da capital, para a construção de um aeroporto comercial com capacidade para transportar cerca de 100 mil passageiros, o que equivale ao movimento atual do aeroporto de Campina Grande, na Paraiba.

O documento prevê um investimento inicial de R$ 500 milhões. "Além do aeroporto, será construído nos arredores um shopping, uma rodoviária, uma faculdade, duas torres residenciais e um porto seco", confirmou o prefeito de Ibiúna, Coiti Muramatsu. A área total do complexo será de 151 hectares (cada hectare equivale a aproximadamente um campo de futebol) e está localizada na altura do km 59 da Rodovia Bunjiro Nakao.

Com a assinatura deste contrato, a Eiko Engenharia, que diz estar representando um grupo anônimo de investidores americanos, passa a ter um prazo de 70 dias para apresentar o projeto definitivo e dar entrada nos órgãos competentes. Para isso, terá apoio do deputado federal Arnaldo Faria de Sá, que acompanhou a reunião de assinatura de contrato. Ainda não há previsão de início das obras, mas Muramatsu estima que o aeroporto estará em funcionamento em meados de 2015. Procurada, a Eiko Engenharia confirmou o fato, mas não quis divulgar quem são os investidores do projeto.

Fonte: Istoé
Tecnologia do Blogger.