Header Ads

Com medo da água que sai da torneira, moradores de Itapevi usam água de chuva até para o cachorro!

Do R7:

Com medo da água que sai da torneira, moradores de Itapevi usam água de chuva até para o cachorroEles dizem que água parece "leite" e tem cheiro fora do comum; Sabesp foi ao local

Moradores de Itapevi, na Grande São Paulo, estão reclamando que não conseguem consumir a água que vem da própria torneira em alguns dias da semana. Além da cor, que as vezes é tão forte que moradores dizem parecer com leite, eles falam que o líquido ainda tem um cheiro e textura fora do comum. O R7 esteve no local na última quinta-feira (26) e constatou a coloração da água por cerca de uma hora.

Foi da avenida Brasil, em uma região central da cidade, que veio a denúncia. Luiza Papa, 63 anos, artesão e presidente da ONG Projeto Semente, diz que água é tão branca que parece leite. Ela diz que compra água para consumir e usa água da torneira do banheiro (que vem da caixa d'água e não da rua) para cozinhar.

- Você paga água, mas não tem segurança para tomá-la. Além da cor, ela tem um cheiro horrível.

Segundo a denunciante, a região é servida pelo sistema Baixo Cotia e Cantareira da Sabesp. É a informação também que consta na conta de água.

Nos últimos tempos, diz Luiza, ela tem coletado água da chuva para usar em algumas tarefas, como cozinhar, e também para dar para o cachorro. E não é a única. Amanda dos Santos Francisco, 19, estudante, mora na rua Alcides de Abreu, no bairro Vila São João, diz que água também chega branca em sua casa e que o líquido não é consumida nem pelo animal de estimação.

- Minha cachorra não bebe a água de jeito nenhum. Ela cheira a água, deita, espera água baixar e ficar num tom mais transparente, mas as vezes não fica.

A família da estudante sente ainda que a roupa fica "dura e com cheiro estranho" ao ser lavado com a água que vem da rua. Amanda conta ainda que a vizinha, antiga moradia de Osasco, diz que perce
Você paga água, mas não tem segurança para tomá-la. Além da cor, ela tem um cheiro horrível.eu mudanças na pele e que, ela mesma, procurou uma dermatologista.

- Eu fui a uma dermatologista aqui da região e ela falou que se eu pudesse tomar banho com água mineral seria bom, mas como eu vou fazer? Comprar um galão por dia?

Água mineral
As duas entrevistadas, Amanda e Luiza dizem que precisam comprar água mineral para consumir, por medo de beber a água que vem da torneira. Mas Patricia Reis, 37, publicitária e comerciante, diz que começou a comprar a aguá até mesmo para lavar o cabelo. Ela também mora na avenida Brasil.

- Quando você abre o registro, a cor da água é nítida, é de leite. Tenho medo, até para os meus cachorros eu não coloco água da torneira e para lavar o cabelo também uso água natural.

Ela diz que, com a água que vem do chuveiro, o cabelo fica com aspecto "duro e sem vida".

Sabesp
Com medo da água que sai da torneira, moradores de Itapevi usam água de chuva até para o cachorro
Por meio da assessoria de imprensa, a Sabesp afirmou que foi ao local na própria quinta-feira, para realizar testes. De acordo com a companhia, a característica apresentada pelo cliente decorre de ar dissolvido na água devido à pressão na rede; esse ar se desprende quando está sob pressão ambiente. Disse também que "o mesmo acontece com o cloro que, de acordo com as normas do Ministério da Saúde, é adicionado à água para garantir sua desinfecção".

A Sabesp afirmou ainda que a água fornecida é monitorada de acordo com a legislação vigente do Ministério da Saúde, bem como pelas Vigilâncias Sanitárias dos municípios por ela abastecidos.

De acordo com Luiza Papa, a Sabesp já visitou a casa três vezes, porém a água estava sempre transparente. Em uma das visitas, um técnico teria falado falado sobre à pressão na rede.

- Eu não sou química, mas você vê que é um produto químico, até porque não é 24 horas por dia e a água vem sempre com a mesma pressão. (Leitor do R7/Fernando Papa)
Tecnologia do Blogger.