Header Ads

Arbitral 2012 define futsal feminino paulista; Principal e Sub 20 voltaram a ter apenas Estadual!

Por: Ricardo Silva



De volta ao que deu certo. O futsal feminino paulista terá campeonato único em 2012, nas categorias Principal e Sub 20. Nesta sexta (27), ocorreu o Conselho Arbitral da modalidade, na sede da Federação Paulista, no centro de São Paulo.

A competição se chamará Campeonato Estadual da A1 (ou Série Única). Já no Sub 17 e Sub 15, haverá dois campeonatos – Metropolitano A2 e Estadual A2 – porém, sem jogo-extra para definir quem vai para a Taça Brasil 2013, condição reservada apenas para o campeão do Estado.

A fórmula da competição durando toda a temporada retoma às edições de 2009 e 2010, quando o Estadual tomou o ano completamente. Isso deixou a disputa mais organizada e cheia de emoções na reta final. Em 2011, a formula histórica de duas competições (Metropolitano ou Paulista do Interior no primeiro semestre, Estadual no segundo), que perdurou de 1985 a 2008, foi utilizada. Porém, isto deixou o ano do feminino bagunçado, com o Estadual se encerrando em setembro, o Metropolitano sendo feito à toque de caixa e, para completar, a marcação de jogos-extra para se decidir quem ia à Taça Brasil. Tudo isso fez com que a temporada se encerrasse apenas no dia 23 de dezembro.

E, ao que parece, haverá maior organização no transcorrer do campeonato, com as regras das disposições gerais sendo respeitadas. Assim garantiu o vice-presidente técnico José Carlos dos Santos. Tanto que só puderam se inscrever as equipes que protocolaram sua participação neste mês de janeiro, previamente à reunião. E, para completar, o diretor da modalidade, João Augusto, deixou claro que não haverá acréscimo de equipes, como tradicionalmente ocorre – no máximo, fará-se um campeonato da A2.

A Kurdana/Cotia, representada pelo seu diretor de futsal Daniel Souza, estará na categoria Principal, buscando o título. Havia a intenção de entrar no Sub 17, mas optou-se por deixar para o segundo semestre, se assim for possível.

Desde que a Kurdana passou a usar a sua denominação oficial em 2007, sempre esteve entre as quatro melhores nas competições femininas oficiais – somando oito disputas em cinco temporadas. Em 2010, a Kurdana sagrou-se campeã estadual e, em 2007, ficou com o vice no Paulista do Interior, sendo reconhecidamente uma das forças do Estado de São Paulo.

Todas as competições estão previstas para começar em março, sendo que as adultas (Principal e Sub 20) já terão o apito inicial na primeira semana daquele mês e encerramento somente no final do ano. As menores (Sub 17 e Sub 15) ficam para iniciar no dia 17 do mesmo mês, com final prevista para 07 de julho.

* Saibam detalhes da reunião

Buzzo/São Jose, Pinda Futsal, Taboão da Serra, Grêmio Osasco, Portuguesa, Estrela de Guarulhos Mult-Força, São Bernardo Chase, Jacareí, Primeiro de Maio/Santo André e Tradição/Araraquara estiveram também presentes. A mesa foi composta pelo diretor do feminino João Augusto, o vice-presidente José Carlos dos Santos, o diretor Bruno Maracin e a nova diretora de arbitragem Márcia Mariko Nishimura.

A reunião começou com Márcia Mariko versando sobre a renovação do quadro de arbitragem da Federação, bem como outras questões pertinentes, tais como observação técnica dos novos árbitros, escalas de oficiais e solicitações de equipes. Posteriormente, José Carlos fez o uso da palavra, ressaltando as exigências da competição e que devem ser cumpridas as disposições iniciais. Alertou especialmente no cumprimento de datas para inscrições de atletas, visando o começo da competição.

José Carlos afirmou também que haverá rigidez contra a transferência de datas em partidas: após a emissão da tabela provisória, os clubes poderão pela última vez solicitar mudanças; depois de publicada a tabela definitiva, só haverá mudanças mediante o recolhimento de altas taxas, podendo chega a R$ 1.200. Somente haverá exceções para questões vindas da Confederação Brasileira de Futebol de Salão – superior à Federação Paulista. Os instrumentos de percussão nas torcidas foram autorizados.

Os representantes fizeram seus questionamentos, especialmente se as exigências serão de fato cumpridas, visto que algumas (como o tamanho mínimo de quadra em 34m x 18m) não foram realmente cobradas na temporada passada.

* Categorias: todas em turno, returno e mata-matas

Todas as categorias terão fórmula de disputa semelhante: equipes em chave única, enfrentando-se em turno e returno para, depois, irem aos mata-matas. Estes, serão disputados em dois jogos; vence quem fizer mais pontos e, em caso de uma vitória de cada lado ou dois empates, haverá prorrogação na segunda partida – com vantagem para as melhores campanhas.

No Estadual Principal estarão presentes apenas nove equipes, reduzindo o número de 11 da última edição. Participarão Kurdana/Cotia, Grêmio Osasco, São Caetano Futsal, Jacareí, Pinda Futsal, Jaguaré/Palmeiras, Taboão da Serra, Marília e XV de Piracicaba/Rezende. As quatro melhores passarão aos mata-matas e a inscrição de atletas só será permitida até duas rodadas antes das semifinais.

Já no Estadual Sub 20, teremos 11 equipes: Tradição/Araraquara, São Bernardo Chase, Santa Bárbara, Primeiro de Maio/Santo André, Estrela de Guarulhos, São Caetano Futsal, Indaiatuba, Buzzo/São José, Pinda Futsal, Taubaté e Jaguaré/Palmeiras (esta, a confirmar).
Passam as oito melhores e a inscrição de atletas será autorizada até o fim do campeonato. Porém, um importante detalhe deve ser ressaltado: não haverá janela de transferência nem para o Sub 20, nem para o Principal.

Por fim, os Metropolitanos Sub 17 e Sub 15 contarão somente com seis equipes: Estrela, Mult-Força (ambas de Guarulhos), Buzzo/São José, Praia Grande, Jacareí e Portuguesa. Nas menores, os clubes só podem entrar se disputarem ambas categorias. Passam os quatro melhores times para os play-offs. Foram abertas também inscrições para o Metropolitano Sub 13, mas apenas três equipes (Mult-Força, Portuguesa e Buzzo/São José) se apresentaram. Desse modo, só haverá competição no segundo semestre, e as equipes combinaram entre si de jogar amistosos.

* Nos bastidores

Enquanto a reunião configurava o 2012 do futsal feminino paulista, informações chegavam nos bastidores. Segundo pode-se colher, temos alterações de parcerias na temporada.

Primeiramente, o Jaguaré/Palmeiras não mais representa a cidade de Barueri, segundo documento da própria prefeitura, que a diretoria da Federação afirmou ter recebido. E a maior campeã da história nacional do futsal feminino, a Associação Sabesp, não estará presente nem como parceira: ano passado, a associação estava com São Caetano, que agora vem apenas com o nome de São Caetano Futsal.

Além disso, uma importante informação foi passada, referente às competições nacionais: a partir desta temporada, a Confederação optou por não realizar a Taça Brasil na categoria em que houver o Brasileiro de Seleções no ano. Portanto, em 2012, não teremos o Sub 15 da Taça – apenas o Brasileiro, tanto feminino quanto masculino. Os clubes que representarão São Paulo nas Taças, conforme determinaram os jogos-extra de dezembro são: Grêmio Osasco (Adulta), Pinda Futsal (Sub 20) e Mult-Força (Sub 17). Lembrando que a categoria Sub 20 será sediada pelo Estrela de Guarulhos, e São Paulo é Divisão Especial em todas as categorias.

Não ficou claro se o mesmo ocorrerá em 2013, quando o Brasileiro de Seleções será na categoria Principal – ainda mais que a Taça Brasil Adulta é a competição feminina mais tradicional do país, e sua ausência seria muito sentida.

E o Brasileiro de Seleções Adulto de 2013 promete apimentar o Estadual deste ano. Afinal, desde 2010, a Federação Paulista opta que suas seleções femininas e masculinas sejam comandadas pela comissão técnica das equipes campeãs do ano anterior. Verdade que o Estadual terá só nove equipes no Principal, mas todas virão fortes e com gana de vestir a camisa do Estado no outro ano. Emoções à vista!

* Vejam as equipes em cada categoria

Estadual Principal – A1
(9 equipes passando 4 aos mata-matas)

Kurdana/Cotia
Grêmio Osasco
Jacareí
Jaguaré/Palmeiras
Marília
Pinda Futsal
Taboão da Serra
São Caetano
XV de Rezende/Piracicaba

Estadual Sub 20 – A1
(11 equipes, passando 8 aos mata-matas)
Buzzo/São José
Estrela de Guarulhos
Indaiatuba
Jaguaré/Palmeiras
Pinda Futsal
Primeiro de Maio/Santo André
São Bernardo Chase
São Caetano Futsal
Santa Bárbara
Taubaté
Tradição/Araraquara

Metropolitano Sub 17 e Sub 15 – A2
(6 equipes, passando 4 aos mata-matas)
Buzzo/São José
Estrela de Guarulhos
Jacareí
Mult-Força (Guarulhos)
Portuguesa
Praia Grande

Vejam fotos do Arbitral 2012 em: http://migre.me/7HBk6
Contato:
(11) 8375 0391
www.acekurdana.com.br
Twitter: @kurdanacotia
Tecnologia do Blogger.